Notícias
Capa » Arte » Arte em imagens e música – impressionante!

Arte em imagens e música – impressionante!

Arte em imagens e música – impressionante! Gaddiel Sasiow, um jovem de Baja, na Califórnia criou um vídeo chamado Silver utilizando as técnicas acima. Quando soube que a banda Snow Patrol estava com uma promoção para que criassem um vídeo para a linda música The Lightning Strike, ele não teve dúvidas. Ampliou o projeto, adequou à música e o resultado você viu acima. Maravilhoso!

Clique aqui para ver o perfil dele no Vimeo ;)

Arte em imagens e música - impressionante!

Arte em imagens e música – impressionante!

Letra e tradução de The Lightning Strike, do Snow Patrol:

The Lightning Strike

(I) What If This Storm Ends?

What if this storm ends?
And I don’t see you
As you are now
Ever again

The perfect halo
Of gold hair and lightning
Sets you off against
The planet’s last dance

Just for a minute
The silver forked sky
Lit you up like a star
That I will follow

Now it’s found us
Like I got found you
I don’t want to run
Just overwhelm me

What if this storm ends?
And leaves us nothing
Except a memory
A distant echo

I want pinned down
I want unsettled
Rattle cage after cage
Until my blood boils

I want to see you
As you are now
Every single day
That I am living

Painted in flames
All peeling thunder
Be the lightning in me
That strikes relentless

(II) The Sunlight Through The Flags

From here the caravans are kids toys
And I can hold them all in my palm
I watch the sea creep round the corner
It connects the dots from here to you
The sunlight burning through the loose flags
Painted high on white church walls
I chase my blood from brain to thumped heart
Until I’m out of breath for trying

Worry not everything is sound
This is the safest place you’ve found
The only noise beating out is ours
Lacing our tea from honey jars

These accidents of faith and nature
They tend to stick in the spokes of you
But every now and then the trend bucks
And you’re repaired by more than glue

Worry not everything is sound
This is the safest place you’ve found
The only noise beating out is ours
Lacing our tea from honey jars

Why don’t you rest your fragile bones
A minute ago you looked alone
Stop waving your arms you’re safe and dry
Breathe in and drink up the winter sky

(III) Daybreak

Slowly the day breaks apart in our hands
And soft hallelujahs flow in from the church
The one on the corner you said frightened you
It was too dark and too large to find your soul in

Something was bound to go right sometime today
All these broken pieces fit together to make a perfect picture of us
It got cold and then dark so suddenly and rained
It rained so hard the two of us were the only thing
That we could see for miles and miles

And in the middle of the flood I felt my worth
When you held onto me like I was your little life raft
Please know that you were mine as well
Drops of water hit the ground like God’s own tears
And spread out into shapes like
Salad bowls and basins and buckets for bailing out the flood

As motionless cars rust on driveways and curbs
You take off your raincoat and stretch out your arms
We both laugh out loud and surrender to it
The sheer force of sky and the cold magnet Earth

Something was bound to go right sometime today
All these broken pieces fit together to make a perfect picture of us
It got cold and then dark so suddenly and rained
It rained so hard the two of us were the only thing
That we could see for miles and miles

And in the middle of the flood I felt my worth
When you held onto me like I was your little life raft
Please know that you were mine as well
Drops of water hit the ground like God’s own tears
And spread out into shapes like
Salad bowls and basins and buckets for bailing out the flood

O ataque relâmpago

(I) E se esta tempestade termina?

E se esta tempestade termina?
E eu não vejo você
Como você está agora
Nunca mais

A auréola perfeita
De cabelos de ouro e relâmpagos
Define fora de encontro
Última dança do planeta

Só por um minuto
O céu prata bifurcado
Acende como uma estrela
Que eu seguirei

Agora isso nos encontrada
Como eu encontrei você
Eu não quero correr
Apenas me oprimir

E se esta tempestade termina?
E nos deixa nada
Exceto uma memória
Um eco distante

Eu quero fixado para baixo
Eu quero liquidar
Chacoalho gaiola após gaiola
Até o meu sangue ferve

Eu quero ver você
Como você está agora
Cada dia
Que eu estou vivendo

Pintado em chamas
Todos as cascas de trovões
Seja o raio em mim
Isso parece implacável

(II) O Luz solar Através de As bandeiras

A partir daqui, as caravanas são brinquedos para crianças
E eu posso segurá-los todos na minha mão
Eu assisto a rodada fluência no canto do mar
Ela liga os pontos daqui para você
A queimadura solar através das bandeiras soltas
Pintadas em muros altos igreja branca
Eu persigo o meu sangue do cérebro ao coração batido
Até eu estar fora do ar para tentar

Preocupe nem tudo é o som
Este é o lugar mais seguro que você encontrou
O espancamento de ruído é nossa única saída
Laçando nosso chá de potes de mel

Estes acidentes de fé e de natureza
Eles tendem a espetar raios em você
Mas cada agora e então a tendência de dólares
E você está reparado por mais dessa cola

Preocupe nem tudo é o som
Este é o lugar mais seguro que você encontrou
O espancamento de ruído é nossa única saída
Laçando nosso chá de potes de mel

Por que você não descansar seus ossos frágeis ?
Um minuto atrás você parecia sozinho
Pare agitando seus braços você está seguro e seco
Inspire e beba até o céu de inverno

(III) Madrugada

Lentamente, o dia rompe em nossas mãos
E fluxo de aleluias moles da igreja
A uma, na esquina com medo que você disse
Era muito escuro e muito grande para encontrar a sua alma

Algo estava obrigado a ir direito hoje
Todos estes pedaços se encaixam para formar uma imagem perfeita de nós
Ficou frio e escuro tão de repente e choveu
Choveu tanto de nós dois, eram a única coisa
Que poderíamos ver por milhas e milhas

E no meio do dilúvio wu senti o meu valor
Quando você manteve-me como se eu fosse o seu pequeno bote salva-vidas
Por favor, saibam que você foi o meu também
Gotas de água batem no chão como lágrimas do próprio Deus
E espalhar-se em formas como
Saladeiras e bacias e baldes para afiançar para fora do dilúvio

Como a ferrugem imóvel dos carros sobre calçadas e lancis
Tire a capa de chuva e estique os braços
Nós dois gargalharemos e nos renderemos
A força do céu e da fria atração da Terra

Algo estava obrigado a ir direito hoje
Todos estes pedaços se encaixam para formar uma imagem perfeita de nós
Ficou frio e escuro tão de repente e choveu
Choveu tanto de nós dois, eram a única coisa
Que poderíamos ver por milhas e milhas

E no meio do dilúvio eu senti o meu valor
Quando você mantevee-me como se eu fosse o seu pequeno bote salva-vidas
Por favor, saibam que você foi o meu também
Gotas de água bater no chão como lágrimas do próprio Deus
E espalhar-se em formas como
Saladeiras e bacias e baldes para afiançar para fora do dilúvio

Arte em imagens e música – impressionante!

Sobre Leo Araújo

As palavras dos profetas estão escritas nas paredes do metrô e nos corredores das casas... E as artes estão impressas nas cores, sons e pessoas dos lugares por onde andei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top